sexta-feira, 8 de abril de 2011

Pobres Crianças

Nem sei se é realmente legítima, mas tive acesso á carta que aquele maníaco sem coração nem sanidade escreveu para quem o encontrasse. Nela, ele pedia um montão de coisas. Queria que uma pessoa "pura" ou melhor, virgem o tocasse para ser examinado. Fazendo exigências depois que realiza uma chacina daquelas?
Mas o que mais me chamou a atenção sem sombra de dúvida foi o final da carta quando ele diz querer que, pelo menos uma vez, um servo de Deus vá orar por ele no túmulo e pedir que Ele o perdoe e o ressucite na Sua vinda.
Já viram?
Fiquei indignada. Depois que o camarada faz uma barbárie daquela, ainda quer que Deus o perdoe? Sei de muito poucas coisas sobre o meu Deus mas de um de seus mandamentos eu lembro bem: "Não matarás".
E mais: "depois da morte, segue-se o juízo". Ou seja, não há Ave-Maria que mude o que aquele indivíduo fez antes de morrer.

O Senhor console as famílias das vítimas.