quinta-feira, 21 de março de 2013

Amai-vos

- É difícil amá-los? - Perguntou sem precedentes àquele que estava do lado.
- Quem?
- Todos.
- É... - O conhecido responde como se quisesse falar mais alguma coisa. Ficaram em silêncio pensando em coisas diferentes que convergiam.
- Eu queria que todos fossem iguais.
- Seria ainda pior porque existem coisas em si mesmo que nem você gosta. Gostaria ainda menos se essas coisas estivessem nos outros.
- Deve haver alguma coisa que precise mudar para que a convivência seja mais agradável.
- Cada um segue seu caminho, que tal? - Falou com a rispidez de alguém que já sofreu muito.
- Não, falo de amor. Deve haver um meio de nos amarmos sem que haja chateação nem constrangimento.
- Ignore-os, todos eles. E então será feliz e não terá que dar satisfação a ninguém. O amor é difícil e cansativo. Sua esposa não será a mulher ideal para sempre.
- Não falo de amor conjugal. Falo de amor ao próximo, amor fraternal.
- As pessoas não querem amor. Querem que cale a boca e que não as perturbe.
- Mas amor alegra o dia. Há cada vez menos amor entre as pessoas. - O conhecido ficou olhando por um tempo o rosto do moço que falava de amor fraternal até que se constrangeu e desviou o olhar. Contemplou a janela e quis que cada um cumprimentasse os que iam passando na mesma rua. Realmente quis que as pessoas se olhassem e, mesmo que não dissessem com os lábios, desejassem com os olhos um bom dia sincero ao estranho que passasse. E então o moço desceu na sua parada e seguiu caminho. Perdeu-se de vista enquanto o veículo seguia. O conhecido vê-se diante da intrigante possibilidade de que o amor cristão pudesse se concretizar e se mostrar mais vezes. "O dia seria menos cansativo", pensou com um sorriso nostálgico no canto da boca. Passou a noite inteira pensando no que o colega de banco dissera. No outro dia, levantou cansado, mas resolveu realizar o pensamento. Cumprimentou muitos, mas não encontrou mais o moço que falava de amor fraternal. E não houve necessidade porque a lição de amor ele já havia aprendido.