domingo, 27 de outubro de 2013

:'(

Vou deixá-los! Já não há mais o que ser feito... Mas a vida é isso mesmo: a gente muda, cresce, abandona... Dessa vez, foi doloroso tanto quanto da última. Quase sete anos! Difícil esquecer as gritarias e os louvores, as broncas e os elogios, os choros e os sorrisos. Porque eu os amo. São problemáticos os que já se foram e os chegaram recentemente, mas compõem um só. Os grupos são assim. O começo me fez amadurecer, o meio me fez sorrir e o fim me faz chorar, mas não há choro na Terra que Deus não possa consolar. E eu só tenho a agradecer às pessoas que fizeram disso tudo o que foi e é. E tomara que melhore, que Deus abençoe e que continue recebendo nosso louvor, ou seu louvor. Porque eu já não pertenço.