terça-feira, 17 de dezembro de 2013

A nuvem e a estrela

Tem coisas que a gente só sente, não é mesmo? A poesia profunda de uma nuvem lilás no céu escuro de uma noite, paquerando a estrela mais brilhante. O sentimento de manhã que dá quando é tocado um violão. O vento entrando pela janela no fim de tarde como se quisesse me contar a história que fará com que muitos se emocionem. Mas eu não escuto. Eu estou ocupada com meus trabalhos cansativos e com meus textos medíocres. E, quando me é conveniente escrevê-la, ela se abusa e empanca como por vingança. Mas deixe que, um dia, essa cintilante narrativa vai desaguar seja no papel ou no teclado. Ou, quem sabe, voltemos à voz, para que a estrela e a nuvem possam continuar a escrever o seu secreto belo conto.

Jaci Velasquez - Just a Prayer Away (apenas uma oração de distância)